Segurando pra não cair do trem em declinio na montanha russa

Quando você chega aos enta, algumas coisas começam a acontecer na sua vida, como por exemplo, seu corpo começa a não suportar mais aquelas noitadas que você curtia com tanto fervor. Seu cérebro já não se lembra com tanta facilidade das coisas (até das mais tolas) que você se vangloriava de lembrar. Seu cabelo insiste em ser branco loiro. Sua paciência perde 48 pontos percentuais e começa a cair vertiginosamente. Sua vida vai degringolando apesar de algumas poucas pessoas não te darem a idade cronológica que você tem (e as burradas que você faz insistirem em darem uma idade bem menor para você). E se você não tiver feito nada do tipo não comprou um apê, não tem um carro zero, não fez um filho, não plantou uma árvore e muito menos escreveu um livro (blog não serve), meu amigo, meu irmão, você se fudeu mesmo porque segundo ouvi este fim de semana, a vida é uma montanha russa e quando você chega aos enta está no topo da dita cuja e começa a despencar a cada ano que passa… Declínio total. Queda.

Eu tô nos 43, não tenho casa, nem carro, nem árvore, nem filho, nem nada. Absolutamente nada. Correr atrás do prejuizo??? Hahahaha!! Eu ando sonhando alto, e não dá tempo pra ter nem uma coberturazinha para declinar com a cabeça erguida.

Desde o dia que ouvi isso que não paro de pensar no que não tenho. Tá vai, eu nem tenho tantas rugas aparentes assim. Já é um lado. Velhinha nem um pouco sarada e sem bens materiais mas com pouquissimas rugas, procura. Procura alguém para não declinar só. Alguém com posses de preferência para ver se ao chegar o fim da linha eu chegue dignamente né?

############################

E pra constar a quem interessar possa, não sei se voltei para o blog… Mas tô aqui. Mais velha (sem rugas aparentes, vale salientar), mais gorda, mais esquecida e com uma vontade imensa de sair dançando tango!

A parte do tango é mentira.

Anúncios

4 comentários sobre “Segurando pra não cair do trem em declinio na montanha russa

  1. Tenho sentido nos últimos tempos uma vontade enorme de voltar a escrever e acho que não sei mais como fazer isso…faz tanto tempo, afinal. Outro dia entrei no meu blog depois de anos e acabei olhando o seu também. Vi que tinha parado de escrever também… agora estava aqui arriscando falar de alguma coisa qualquer e olhei de novo o seu e vi que tinha um texto, nossa…também não sei porque fiquei feliz, haha, mesmo que você tenha dito que não sabe se voltou mesmo. Mas isso de certa forma me motivou, talvez seja a hora de voltar, de contar (ou tentar) falar tudo que ficou engasgado todo esse tempo, embora não saiba como extrair tanta coisa de dentro de mim sem que isso se torne um desastre. Vou voltar aqui mais vezes, na esperança de encontrar algo novo. Volta Dani! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  2. Foi um ensaio… Rsrsrs!!!
    Quero voltar, mas essas redes sociais e tudo o mais me deixa sem tempo, sem criatividade, sem motivação…
    Vamos ensaiando por enquanto né Karol? Rs!
    Beijocas

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s