Atire a primeira pedra…

Ontem, aqui na terra dos Caetés, ou na terra dos descendentes de Lampião, foi encontrado o corpo de uma jovem estudante de fisioterapia que estava desaparecida desde quinta-feira da semana passada. Foi encontrada com fios de nylon no pescoço e nas mãos, enrolada em lençóis e toalhas. Tudo indica que foi estrangulamento. Chocante até ai, mas o pior estar por vir… A polícia suspeita do namorado dela, um cara casado, mas também suspeita da esposa do tal namorado, que já havia ameaçado a estudante de morte pelo celular, como conta aqui. E boatos da boca miúda ainda dizem que um tempo atrás aí, a esposa foi ao bar que a estudante estava e desceu o sarrafo na mesma, por sair com um homem casado, o marido dela!

Ai eu me pergunto, caros leitores, por que essa esposa, essa mulher traída, essa pessoa amargurada pela dor da traição, não desceu o cacete no marido também? Por que só a estudante, solteira até onde se sabe, precisava apanhar e levar a fama de piranha, puta e outros adjetivos mais que uma mulher leva por sair com homens comprometidos? Quer dizer que aquele que deve satisfações em casa, aquele que se comprometeu com alguém, que jurou fidelidade a alguém, não leva culpa de nada? Erradas são só as mulheres? Dois não fazem quando um não quer, então se existe um caso de amor entre um homem casado e uma mulher solteira (ou casada também), existe porque ambos consentiram, nénão?

Não estou defendendo aqueles ou aquelas que traem, porque eu já trai e fui traída e não é bom ficar na segunda opção, mas nunca pensei em esbravejar, bater ou até matar a mulher que supostamente estava levando meu namorado ou marido. E ele? Não tem parcela de culpa? E se isso machuca tanto (ser traída), porque aceita-se continuar com o cara mesmo depois de saber?

Sei que é complexo, sei que cada um sabe a dor que sente e que ninguém é perfeito e que nem podemos mensurar o que faremos ao descobrirmos uma traição, mas acho que se for pra punir alguém com palavras, brigas, chutes e pontapés, que sejam as duas partes: o casado e a “outra”.

Lamento pela morte dessa menina, que não fez nada que uma grande parte de mulheres já fez na vida, mas lamento também pela esposa traída que se for a culpada, irá amargar uma cadeia sem o marido que continuará livre e solto pra sair com quem quiser!

Quem perdeu mais aí nesse triangulo?

Anúncios

2 comentários sobre “Atire a primeira pedra…

  1. ESTOU ESTUPEFATA COM A NOTICIA E AS CIRCUSNTANCIAS QUE A GAROTA FOI ENCONTRADA…É UMA BARBARIE SEM NEXO…NIGUEM É DE NINGUEM INDEPENDENTE DO CASAMENTO… QUEM NAO SOUBER CONVIVER COM A TRAIÇÃO NAO CASE NEM NAMORE…TOMARA QUE ELA PAGUE PELO CRIME SE REALMENTE COMETEU E ELE TBM..

    Curtir

  2. Concordo em gênero, número e grau! A maioria tem a ilusão de que casamento é um titulo de propriedade. Fato que nunca entrou na minha cabeça!
    Ainda, quem jurou fidelidade a essa esposa?? essa moça é que não foi!!

    Olhe que tb não tenho telhado suficiente para dizer que eu tb não tocaria a timbalada- mas nunca chegar ao crime contra a vida ( caso tenha sido ela!) e olhe que de chifre 10 eu ja levei só! rss

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s