Capitú, eu??

Puta que o pariu!!! Li esse texto aqui do Caio (Fernando Abreu) e me vi nele. Como é que esse cara, que nunca me viu na vida, pode ter pensamentos e vida como a minha?? Aff… Tá, tô me sentindo a bolacha mais recheada do pacote, por ter uma vida sentimental de merda, ? E por ser “A menina mulher que continua eternamente apaixonada.”, como disse a Bia num coment´s ai!  Só porque Caio Fernando Abreu , escritor de sucesso (se você não o conhece, leia algo aqui e aqui  e AME-O!), teve problemas de relacionamentos como eu, tinha o dedo podre como eu, era assim, meio como eu, MAS conseguia externar tudo isso escrevendo…

O bom é saber que junto a mim, existem milhões de pessoinhas assim, sempre apaixonadas e tomando no tchoba!

Xiii que hoje não tô boa, viu?

Segue o texto do Caio falando de mim tá? Oi?

Pra quem interessar possa:

“Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa.
Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera.
Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é?
A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas?
A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar.
Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera?
E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará.
A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente.
Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”

Dani Halliday, cansada de guerra, vai dormir pra esquecer…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s