Da sessão: Nostalgia Sempre!

Hoje o post é nostálgico e devo isso a noite insône que passei ontem.

Bah, como de costume, fui dormir no meu horário normal, lá pelas nove e tantas da noite e pimba. Bife à milanesa perdia para moá. Me virei mais que o dito na cama e quando peguei no sono, só pesadelos, que me fizeram acordar e rezar e pedir aos santos e anjos que me tirassem esses sonhos horrorosos da cachola (mortes, perseguições, cenas congeladas, coisas horríveis mesmo!). Daí a a barriga começou a dar sinal de vida e as cólicas voltaram com gosto de gás. Lá foi a rainha da Vazamento City para o trono! Reinei absoluta por quase 30 minutos – calma, não foram 30 minutos de vazamento. Aproveitei e fiquei sentada, lendo, esperando as próximas dores pra não precisar levantar de novo da cama. Banho tomado, hidratante de novo no corpitcho e deitei. Nada… Levantei, liguei a TV e fui assistir desenho animado, antes que os pesadelos voltassem… Isso lá pelas zuma e meia da madruga. Mas o que é que uma mulher proletariada, esculhambada e cheeeia de coisas pra fazer no dia de hoje estava na sala a essa hora? Deitei e… Alguém do meu passado longíquo veio me visitar em sonhos… E o sonho foi tão lindo, tão carinhoso, tão nostálgico. Aff!!

A pessoa pede à todos os santos e anjos pra não ter mais pesadelos, mas não precisava sonhar com ele, né? Poxa, logo agora que meu coração está assim, envolvido com aquela pessoa que é tudo de bom, mas que eu e toda a torcida do Corinthians sabemos que não dará certo? Enfim! Acordei feliz, nostálgica, sorridente e, ainda meio que vazando, mas nada que o dia de hoje e o de amanhã e depois de amanhã não cure – mesmo tendo almoçado ontem uma coxinha de galinha e hoje um pastel de forno de queijo! Oi?

E então que os vídeos abaixo vão pra VOCÊ, aquele que nunca devo ter deixado de amar… Mesmo que assim, caladinha. Mesmo que assim, vivendo na montanha-russa sentimental que vivo. Mesmo que assim, sem falar sobre. Mesmo que assim, sem nunca mais ter visto você…

Você, que tanto tempo faz,
Você que eu não conheço mais
Você, que um dia eu amei demais
Você, que ontem me sufocou
De amor e de felicidade
Hoje me sufoca de saudade…

Ui…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s