Sobre religião…

Passei o dia na casa da mamy´s hoje. Fui dar o ar da graça, já que ela e a trupe de lá não gostam de subir a serra pra me visitar nos Alpes. Resta a mim, descer pro litoral neste calor senegalês, pegar 2 buzetes e chegar lá suando mais do que bico de chaleira. Mas, família é família e o que é que a gente não faz por amor?

Entre conversas, gargalhadas, falar mal do povo, lembrar episódios, mamy´s vem com a história do fim do mundo (de novo) e perdeu meia hora do seu precioso tempo na cozinha, procurando a passagem de um livro que ela leu, falando dos sinais da volta de Cristo. E me fez ler… Tá, nunca disse que sou católica ou não sou. Que sou da umbanda, protestante, espirita ou qualquer outra religião. Cresci no catolicismo, mas frequentei igreja Batista com uma amiguinha quando criança. Fui batizada, fiz primeira comunhão, crisma e tudo o mais que se faz numa igreja católica. Ia pra missa duas vezes no domingo. Era o que meu pai chama de “barata de igreja”. Mas um dia, nada disso me fazia mais sentido. Aliás, pensando bem, nunca fez. Eu nunca prestei atenção nas palavras do padre quando era barata de igreja. Ia pra cantar as músicas, me engajava nas causas porque fazia parte da minha infância e adolescência. Na fase adulta, tudo ficou mais confuso ainda na minha cachola já bastante confusa. Eu comecei a questionar o que eu ouvia e as explicações não me convenciam. Daí comecei a frequentar um centro espírita por causa de um amor não curado. Disseram que só poderia ser coisas de espiritos ruins ao meu lado e lá fui eu. E embora muita coisa explicada não me convence, eu gostei, mas não frequento mais. Se acredito em Deus? Sim, acredito. Rezo todas as noites, peço coisas à Deus, peço perdão à Ele, mas só. Não frequento missas, cultos, nem leio nada a respeito. Quando li o trecho que minha mãe me pediu hoje, disse à ela que não consigo crer nisso, que as “trombetas irão tocar e Jesus voltará e de qualquer lugar O veremos”. E que essas catástrofes, essas guerras, isso tudo que anda acontecendo no mundo nada mais é do que o sinal de que Ele voltará para julgar-nos. ¬¬

Primeiro, acredito que as catástrofes são naturais como o próprio nome diz, as guerras são resultado do tal “livre-arbítrio” que nos deram, ou seja, porque Ele precisa voltar para nos julgar? Perdoem-me os católicos, os inteligentes nessa área, os que acreditam. Perdoem-me se estou sendo ignorante e ridícula, mas é isso que eu penso. Não acredito em ressurreição. Não acredito que os mortos irão levantar (mesmo sendo em espirito) quando Jesus voltar. E se tudo isso acontecer, volto a perguntar, em que parte estarei eu, já que seremos divididos e bons e maus? Não sou tão boa assim e nem tão mal… Mamy´s ficou nervosa com meus questionamentos, tentou me explicar tudo o que sabe, da maneira dela (dizendo que eu era ignorante e que por isso minha vida anda torta! Já pensou?), mas existem pontos em toda a Bíblia, em tudo o que já ouvi, que não me convencem, o que posso eu fazer? Ela mandou eu rezar. Rezar pra Deus me mostrar as coisas…

Definitivamente, ela acredita que eu tenho salvação. Tenho??

Anúncios

3 comentários sobre “Sobre religião…

  1. Quando tu descobrir onde tu vai ficar, me avisa. Irei te procurar no meio do povão. Pq acho que é para esse povão que eu tb vou.

    Rezar sempre ajuda, né? então vou começar de agora! bjs

    Dani diz: Kinha, assim que eu descobrir, te ligarei – acho que celular ainda existirá, né? Kkkkkkkkkkk!! E vamos rezando…
    Bju

    Curtir

  2. Oiii! Deus estando no coração da gente é o que importa.Nossas ações tb é o que importa.Se temos fé nele, não é o nome de uma religião que vai mudar tudo não é mesmo?
    Abração!

    Dani diz: Fabi, Deus está no meu coração, apesar de eu ser assim tão contestadora, tão “só acredito vendo”. Qto as minhas ações, sei que poderia ser melhor, mas não posso dizer que sou má. Não sou má, gosto às vezes de satirizar, de cutucar, já paquerei homens da próxima, por exemplo, já respondi pra mamy´s malcriadamente mm que bem baixinho… Rsrsrs!
    Bju

    Curtir

  3. Oi queridona!
    saudades de você! Amiga religião é complicado mesmo! Viva, sinta seu coração e confie em Deus, se isso lhe trará salvação? Eu não sei, mas fará de você uma mulher muito muito feliz!!! 🙂 Te adoro!

    OBS: Com relação ao seu comentário em meu post, muito em breve você saberá do que se trata. Muito obrigada pelos votos de felicidade, eu estou vivendo isso agora.
    Beijos!!!!

    Dani diz: Tbém tô com saudades… Vc viaja, deixa aquele post misterioso e puf, some!! Rsrs… Tô curiooooosaaaa pra saber o que é… Rsrs!
    Qto a Deus, meu coração e meus questionamentos, é isso o que eu faço, vivo. Vivo dessa maneira, questionando, rezando, pedindo, agradecendo, fazendo merda, consertando (ou tentando) e tamusai!
    Bju

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s