Sem amarras

Era uma vez, uma história complicada. Um história sem ponto final. Uma história sem pé nem cabeça e agora sem corações e artérias!

E na página 194, lê-se a seguinte frase: “Vez ou outra a gente se vê. Vez ou outra apenas… Sem envolvimentos, sem a palavra amor (nem como apelido carinhoso), sem pretensões. Sem perspectivas.”

..

Mas não, ninguém quer ler a última página desse livro. Pelo menos não agora…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s