Desconexos

Rabiscados num papel qualquer, guardadas num livro de cabeceira qualquer:

Quando não se pode simplesmente querer por querer e não entender este louco querer?

Você não pode simplesmente ficar mais um pouco quando não se quer ir embora e a vontade é tão proibida que te devora?

Você não pode entender que eu te quero só pra mim? – Você mora em meu coração, não me deixe só assim, esperando mais um verão… Todo mundo: Te espero meu bem, pra gente se amar de novo… Eita! Rsrsrs.

Quando o pouco que se tem não parece (e não é!) muito, seu corpo e sua mente começam a ter delírios e os pensamentos começam a ser insanos tais quais a sua própria e torta sanidade mental…

E o exagero começa a percorrer minha mente mais uma vez. Eu bem que me avisei!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s