U

Hoje eu o vi. Queria apenas ouvir sua voz, mas ele fez questão de que eu o visse. Fez questão de se fazer presente. De me fazer não esquecê-lo…
Meu coração não se descompassou, mas fiquei muito feliz! Foi bom, maravilhoso, mas a sensação que fica quando ele se vai, é péssima. Sabe aquela sensação de que não restou mais nada? Ou melhor, de que nada existiu? Por que as coisas têm de ser assim?

“Se pareço ainda estranho, se não sou do seu rebanho e ainda assim te quero. É que o amor é soberano e supera todo engano sem jamais perder o elo…”
Anúncios

2 comentários sobre “U

  1. Muita vela pra pouco defunto!
    Perdão, amor. Mas a impressão que eu tenho, é que você está utilizando essas lembranças pra esquecer (ou ignorar) outras mais urgentes, mais necessárias, mais satisfatórias ao seu ego e à sua saúde. Pense nisso. Não vale a pena (conhecimento empírico). Beijo.

    Curtir

  2. Às vezes penso assim, pq sou um pouco de “cazuza”, com meus amores inventados, mas preciso gostar de alguém, mesmo que não me correspondam, entende? Não! Rsrs! Vou mudar o foco, sei que posso, basta querer MAIS! O mm bju, meu amor!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s