Beija-Flor

“Por que às vezes, nossa mente força o coração a sofrer? Faz com que procuremos coisas no passado com as quais não queremos mais contato?

[“Eu fui embora, meu amor chorou, eu fui embora meu amor chorou. Vou voltar…”]

O dicionário diz que masoquista é aquela pessoa que se deleita com o próprio sofrimento. Então ela, não se enquadra nesta categoria. Não gosta de sofrer. Mas sabe que quando o assunto é sentimentos, sempre sofre!

Naquela manhã quando acordou, não imaginava que ao final dela, estaria procurando pistas, links, cartas, e-mails, músicas, tudo que a lembrasse dele. E encontrou. Encontrou mais do que queria, mais do que seu coração suportava. Encontrou a felicidade dele. A nova vida em que levava. Era tudo diferente, tudo novo, tudo bom. Diferente da sua, que ao compará-las, percebeu. Sua vida estava igual ou pior do que antes, quando eles deixaram de ser amantes. Ela não progredira em nada. Seus relacionamentos seguintes foram de mal a pior e ela não sabia se a culpa era dela ou das comparações que fazia, às vezes até inconscientemente. Mas sabia que não estava sendo verdadeiramente feliz.

E doeu ver que ele estava bem. Muito bem em relação a ela.

Lembrou de tudo o que viveram e a dor era mais forte, pois sabia que o que viveram não viveriam nunca mais juntos.

Perguntou-se, onde errou e onde haviam ido parar seus sonhos. Não obteve resposta, na sua mente só via o que havia lido. Uma única frase, entendível apenas para quem o conhecia e ela o conhecia como ninguém. Procurou mais coisas, apesar da tristeza que sentia lendo aquilo, mas ela precisava ver mais, precisava ter certeza do que já sabia. Sua procura foi em vão, só existia aquela frase, nada mais. Mas bastava para fazê-la se sentir péssima, seus olhos começarem a arder e ela sentir que a vontade de chorar estava por perto. Chorar por tantos anos de sentimentos camuflados, chorar por tudo o que deixaram de ter, chorar porque sabia que no fundo, ainda alimentava uma volta, chorar porque se sentia tola, chorar porque alguém o fazia feliz e não era ela.

Não chorou por enquanto.

Sentiu um misto de saudades, raiva, tristeza, impotência.

Procurou fotos, músicas, tudo que fizesse sentir sua presença mais uma vez.

Por fim, deixou o choro chegar…”

Anúncios

2 comentários sobre “Beija-Flor

  1. AMIGAAAA, O QUE DIABOS VC ANDA LENDO…CANTA PRA SUBIR…”O NOSSO AMOR A GENTE INVENTA, PRA SE DISTRAIR E QDO ACABA A GENTE PENSA, QUE ELE NUNCA EXISTIU”..VAMOS TOMAR UM PORRE URGENTE, ATÉ SOLUÇAR..HJ EU OUÇO AS CANÇÕES..HUG…NAO SEI POR QUE RAZAO..HUG….OLHA, SE TE DEIXA BEM, CONFESSO Q JA FIZ MUITO ISSO..MAS PRA DEIXAR O CHORO CHEGAR BASTA OLHAR MINHA CONTA BANCÁRIA..KKKK, JA TE DISSE ANTES:NAO BASTA APENAS VIVER,PASSADO SEMPRE É BOM PARA RIRMOS DO QUANTO FOMOS RIDICULAS..KKK..VAMOS VIAJARRRR, SONHAR COM ALGO PALPÁVEL, PELO MENOS COMPRAVEL..TUDO TEM UM PREÇO…ENTAO VAMOS GANHAR DINEHIROOOOOOOOO!!! BJAO!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s